Tudo sobre seguro para moto

Publicado por Jeniffer Elaina da Silva

Assim como os carros as motos também precisam ser protegidas. Se você quiser saber tudo sobre seguro para moto. Continue lendo esse artigo!

As motos são os veículos de transporte mais econômicos, rápidos e práticos que existem. Funcionais para o dia a dia e para viagens solitárias ou a dois, onde o sentimento de liberdade é prioridade.

No entanto, não se deixe enganar pensando que por serem práticas e econômicas elas não precisam de uma proteção. Ao contrário, talvez exatamente por isso, elas sejam muito merecedoras de um seguro para moto.

Apesar de serem muito numerosas no Brasil, a porcentagem delas que conta com um seguro para moto é muito baixa. O que significa que muitas ainda circulam por aí sem nenhuma proteção. Talvez isso aconteça por falta de informação, e se for esse o caso, esperamos que esse artigo mude isso. Esclarecendo todas as questões importantes sobre o seguro para moto.

Tudo sobre seguro para moto

Para quem o seguro para moto é indicado?

Qualquer pessoa que possua uma moto acima de 90CC pode e deve contratar um seguro para moto. As coberturas podem variar de acordo com a necessidade de cada cliente, mas, é interessante que ao menos uma cobertura contra roubo ou furto seja contratada.

Além disso, se você é uma pessoa que usa a moto diariamente ou que viaja muito com ela, o seguro para moto é indicado para o seu caso. Especialmente se você morar em locais onde os índices de roubos são altos. Como na cidade de São Paulo, por exemplo, que apenas no ano de 2017 teve um crescimento de 19% nos índices de roubo de moto.

Como funciona o seguro para moto?

Exatamente como o serviço oferecido para carros, funciona o seguro para moto. Você procura uma empresa, realiza uma avaliação de perfil e da moto e escolhe a cobertura que mais lhe convém. Podendo ser essa, básica ou compreensiva, com assistência 24 horas e abrangências para situações como roubo ou furto, incêndio, colisão e muito mais. Além dessas, ainda existem as coberturas adicionais como a para danos a terceiros.

Os valores dependem das coberturas contratadas, do perfil do condutor e do modelo e ano de fabricação da moto. Informações como local onde o segurado reside, índice de roubos do modelo, valores de peças e reparos entre outras são consideradas para o cálculo do seguro para moto.

O estilo da moto também influência muito no preço

Como é possível imaginar, não é só o modelo da moto que conta no momento da avaliação do seguro, o estilo também conta. As ‘custom’ como, por exemplo, as Harleys, apesar de serem estilos caros para compra, possuem valores mais baixos no seguro para moto. Isso acontece porque essas costumam ser motos utilizadas apenas aos finais de semana, além disso, elas são menos visadas para roubos e possuem peças de preços mais acessíveis.

Outro fator que faz com que o valor desse estilo de moto ser mais baixo são seus donos, que geralmente são mais maduros e responsáveis. O que as seguradoras entendem como um grupo de baixo risco de sinistros.

Os estilos ‘scooters’ e ‘bigtrails’, possuem valores mais acessíveis. Já as ‘nakeds’ em algumas versões podem ser seguradas por um preço razoável, mas em outras como as esportivas, o seguro pode chegar a valores impraticáveis. Algumas vezes atingindo até 20% a mais que o valor de compra da moto.

Tipos de apólice para seguro para moto

Se você possui um modelo muito visado, que mesmo optando apenas pela cobertura contra roubo ou furto, acabe ficando fora do seu orçamento. Você pode optar por segurar apenas 80% do valor do veículo, ao invés de contratar uma apólice de 100% do valor. Existem muitas seguradoras que oferecem essa possibilidade.

Agora se você tem como investir mais em sua proteção, vale a pena contratar o valor integral com uma cobertura adequada às suas necessidades e, porque não, um seguro para acessórios?

Sim, é possível segurar acessórios como capacete e itens de personalização instalados na moto. Assim, em caso de roubo, você será indenizado por esses equipamentos também.

Como funciona a franquia no seguro para moto?

No seguro para moto, assim como no auto, a franquia contratada pode ser básica, reduzida ou ampliada. Isso dependerá do que melhor convier ao segurado. Vale lembrar que, quanto maior for o valor da franquia, menor será o valor da apólice, e vice e versa.

05 – Dicas para contratar um seguro para moto

Existem algumas dicas importantes na hora de contratar um seguro para moto. É interessante estar atento a detalhes como:

  1. Escolha uma seguradora confiável

Pesquise bem a reputação da seguradora e se ela está devidamente credenciada junto a SUSEP, o órgão responsável por cuidar desse setor de serviços.

  1. Avalie a apólice com atenção

Leia atentamente todo o contrato e avalie cada cláusula com cuidado. É importante que você esteja a par de todos os detalhes dessa contratação e saiba exatamente quais são seus direitos e deveres.

  1. Não minta durante a cotação

Não repasse informações inverídicas ou omita detalhes no momento da cotação do seguro para conseguir um valor mais baixo. Isso pode impedir que você consiga contratar o serviço, ou mesmo fazer com que você tenha muitos problemas no futuro.

  1. Tenha cautela na contratação da cobertura

Avalie bem as suas necessidades e tenha cuidado para não contratar coberturas que não lhe serão úteis. Contar com a ajuda de um corretor de seguros pode ser o melhor nesse momento.

  1. Conte sempre com um estacionamento

Uma das melhores maneiras de conseguir baratear o seguro para moto é contar sempre com um estacionamento seguro para ela. Se você a usa diariamente, para trabalhar ou estudar procure sempre deixá-la em um estacionamento fechado e faça isso constar na apólice. O valor do prêmio cairá consideravelmente apenas por isso.

Acreditamos que com essas informações serão muito mais fácil iniciar uma pesquisa de preços, além da contratação de um seguro para moto mais vantajoso e mais em conta. Lembre-se que, mesmo que você não use sua moto diariamente, pode ser interessante contratar um seguro para ela. Afinal, o seguro para moto funciona como uma proteção para seu patrimônio e todos os investimentos feitos nele.


Tag:

Categorizados em:


Deixe uma resposta

Conectado como Rodrigo Conceicao. Fazer logout?